Enquanto Outlander não vem: 10 bons filmes sobre viagens no tempo

Enquanto aguardamos a terceira temporada da série Outlander resolvemos fazer uma publicação sobre produções que retratam viagens no tempo.

Como é difícil se apaixonar e tentar viver um romance quando o foco do seu amor está em uma outra época! E as aventuras e análises que filmes e séries dessa temática podem nos apresentar?

Na primeira publicação da nossa Coluna Cinéfila, falaremos de obras que trazem enfoques diferentes: Comédia, Drama, Suspense. Então senta, relaxa e prepara a pipoca!

Clique nos títulos para assistir aos trailers:

Questão de Tempo (About Time, 2013, direção de Richard Curtis)

Em seu aniversário de 21 anos, Tim recebe a notícia do pai de que ele e todos os homens de sua família têm uma habilidade especial: eles conseguem viajar no tempo. Mas somente conseguem ir para um passado que já viveram e não para o futuro ou para uma época anterior ao seu nascimento. Tim é um pouco cético no começo, mas quando descobre que seu pai não está mentindo, ele decide usar seu dom para conseguir uma namorada. Depois de uma tentativa frustrada com uma amiga de sua irmã, ele decide se mudar para Londres e tentar a sorte novamente. Lá ele conhece Mary, por quem se apaixona. Mas por voltar várias vezes no passado, ele acaba alterando sua realidade e precisa fazer de tudo para conhecer Mary mais uma vez.

De repente 30 (13 Going on 30, 2004, direção de Gary Winnick)

Jenna Rink está descontente com quase tudo em sua vida: sua falta de popularidade, seu corpo mal desenvolvido, e o fato que o gatinho da escola nem dá bola para ela. A única pessoa com quem ela pode contar é seu vizinho e melhor amigo Matt.
No dia da sua festa de aniversário de 13 anos, quando tudo entra em ruína ainda mais, ela faz um desejo: quer ter 30 anos, a idade do sucesso. Se tranca em um closet, chorando e desejando isso. Ela então acorda em um apartamento diferente, em um corpo diferente.
Jenna teve seu desejo realizado, e percebe que aos trinta conseguiu tudo o que queria e se tornou uma mulher muito bonita e bem sucedida. O que ela não esperava era que sua ambição a tivesse levado tão longe, e a tivesse transformado em uma pessoa tão… diferente.

Feitiço do Tempo (Groundhog Day, 1993, direção de Harold Ramis)

Phil Connors, um apresentador de meteorología rabugento e arrogante, é escalado para fazer uma reportagem sobre a festa tradicional de uma pequena cidade chamada Punxsutawney que celebra todo dia 02 de fevereiro o despertar primaveril de uma marmota que se chama também Phil. Connors após cobrir o evento e descobrir que devido as condições meteorológicas se encontra preso na cidade, opta por passar o dia consigo no quarto do hotel onde se hospedou. Quando desperta no dia seguinte percebe estupefato que a data não mudou. Ele se encontra condenado a reviver indefinidamente o dia 02 de fevereiro, “O Dia da Marmota”

Peggy Sue, Seu Passado a Espera (Peggy Sue Got Married. 1986, direção de Francis Ford Coppola)

Peggy Sue Kelcher Bodell, é uma mãe e esposa (que enfrenta um divórcio) quarentona que desmaia em uma festa colegial que reúne toda a sua turma dos tempos de sua formatura. E isto provoca um estranho fenômeno: o retorno ao seu próprio passado. Ela se recupera na enfermaria do colégio onde estudava quando ainda era adolescente, retornando também a sua jovem aparência de antes. O acontecimento inexplicável a fará ter uma grande oportunidade, que será modificar este passado para que as coisas se concretizem de formas diferentes em seu futuro, pois em sua memória ainda estão armazenados tudo pelo que passou antes do seu desmaio.

A Casa do Lago (The Lake House, 2006, direção de Alejandro Agresti, remake do filme Sul-Coreano Il Mare, 2000, dirigido por Hyun-seung Lee)

No filme, Kate Forster (Sandra Bullock) é uma médica solitária que reduziu o seu ciclo de contatos ao eixo mãe, ex-namorado e uma colega de trabalho. Ela mora sozinha em uma casa à beira de um lago, acompanhada sempre dos seus livros. Ao mudar-se para Chicago, tendo em vista o emprego em um hospital, a moça deixa uma carta para o próximo morador, solicitando que a sua correspondência seja entregue para o novo endereço.

O novo dono da casa, Alex Wyler (Keanu Reeves), lê a carta e entra em contato com a ex-moradora. Entre uma correspondência e outra, ambos descobrem que possuem algumas afinidades, desenvolvem uma paixão, entretanto, como todo bom obstáculo numa história de amor, eles percebem que estão em anos diferentes. Ela está em 2004, ele em 2006.

Efeito Borboleta (The Butterfly Effect, 2004, direção de Eric Bress e J. Mackye Gruber)

Depois de passar a infância e a adolescência sofrendo acessos misteriosos que deixaram verdadeiras lacunas em sua memória, o jovem Evan (Kutcher) descobre, por acaso, que a leitura de seus antigos diários, que registram os momentos dos `apagões`, é capaz de levá-lo de volta no tempo, permitindo que ele altere acontecimentos de seu passado. Infelizmente, ao retornar ao presente, ele percebe que suas ações resultaram em graves repercussões para várias pessoas – e suas tentativas seguintes de `consertar` tudo vão complicando as coisas ainda mais.

Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris, 2011, direção de Woody Allen)

Gil Pender (Owen Wilson) é um escritor frustrado que trabalha com roteiros hollywoodianos e está noivo de Inez (Rachel McAdams). Ele e a noiva decidem acompanhar os pais dela numa viagem de negócios até Paris, a cidade, que segundo Gil, mantém os espírito dos anos áureos da Literatura e que o inspira profundamente. Além de nostálgico, o escritor está confuso em ter que lidar com sua vida superficial de roteirista e noivo de uma mulher que em pouco condiz com suas ideias. E é passeando pela mágica Paris que Gil Pender vai alimentar sua realidade com boas doses de uma divertida mágica literária onde seus ídolos o ajudam a dar rumos para sua vida.

Sem Segurança Nenhuma (Safety Not Guaranteed, 2012, direção de Colin Trevorrow)

Um repórter que trabalha em um jornal de Seattle quer investigar um anúncio nos classificados que diz: “Alguém que volte no tempo comigo. Isto não é uma piada. Você receberá o pagamento depois que retornarmos. Deve trazer suas próprias armas. Segurança Não Garantida. Eu fiz apenas uma vez antes “. Ele leva dois estagiários com ele para ajudar com a história e eles rastreiam o homem que escreveu o anúncio, Kenneth (Mark Duplass), um solitário introvertido. Decide-se que Darius se aproxima de Kenneth, Darius se conecta rapidamente com Kenneth, que a adverte que ele já está sendo seguido. Darius conhece o homem por trás do “cara louco que pensa que pode viajar no tempo”.

A Garota que Conquistou o Tempo (A Girl Who Runs Through Time, Toki wo Kakeru Shoujo, 2006, direção de Mamoru Hosoda)

Makoto Konno é uma estudante comum, sempre com pressa e lutando contra o relógio para não perder a hora da escola. Makoto vive numa família comum e feliz, tem a vida em ordem e, de acordo com suas próprias palavras, é uma garota de sorte e com boa intuição, pois mesmo não sendo burra nem genial, sempre se dá bem em tudo que faz: tira boas notas, quase não se machuca e comete poucas bobagens. Ao lado dos amigos Chiaki Mamiya, um cara descolado que tira onda da cara de Makoto o tempo inteiro, e Kousuke Tsuda, um cara mais maduro e super estudioso, Makoto forma um trio muito unido que se encontra naquela difícil fase de decidir o que fazer da vida no futuro, de escolher a profissão na qual cada um trabalhará, provavelmente pelo resto de seus dias.

Em Algum Lugar do Passado (Somewhere in Time, 1980, direção de Jeannot Szwarc)

Em Lugar do Passado conta a história de Richard Collier (Christppher Reeve), dramaturgo, que na festa de estréia de sua peça, e, 1972, recebe de uma senhora idosa um relógio e lhe diz: “Volte para mim”. Os convidados e Richard ficam confusos a respeito de quem seria a misteriosa pessoa.
Oito anos depois, Richard encontra-se diante da falta de criatividade para escrever uma nova peça e resolve passar uns dias fora. Acidentalmente, passa em frente ao “Grand Hotel” e resolve que se hospedará por uma noite.
Percorrendo o hotel, Richard pára diante do “Hall da História”, onde fotos de hóspedes famosos e peças da época são exibidas. Algo o atrai à uma foto onde há uma bela mulher em destaque, mas não consegue descobrir seu nome, pois a etiqueta de identificação caiu da parede.
Ele decide então, pesquisar sobre sua vida. Richard descobre que no passado ela fora uma atriz teatral de sucesso e chamava-se Elise McKenna (Jane Seymour).
Cada dia mais obcecado por Elise, ele vai procurá-la, mas descobre que ela morreu na noite em que o encontrou. Ele resolve voltar ao passado através da hipnose e reencontra Elise.

Comente com a sua conta no Facebook!
Tá curtindo? Compartilha com os amigos!
2

Angélica Hellish

Angélica Hellish é podcaster e editora já faz 8 anos. Seu primeiro podcast é o Masmorra Cast. Um podcast que trata sobre cinema alternativo, clássico e cult, além de séries. Pegou gosto pela mídia e criou em 2016 o Feito por Elas, podcast que trata exclusivamente de divulgação do trabalho de diretoras, inspirada pela hashtag #52FilmsBywomen. Colabora também no Podcasteros do Game of Thrones BR, onde faz a análise dos episódios da série da HBO, trazendo a visão cinéfila e agregando relações interessantes aos fãs da série. Outlander é o seu mais recente projeto.